Login
Registrar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Expointer 2012 foi a maior em valores

Recorde de vendas de máquinas agrícolas, número de pedidos de pivôs para irrigação e comercialização de animais fazem a edição 2012.
“É a maior Expointer realizada.” Foi com essa frase e um largo sorriso que o secretário estadual da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, começou ontem a apresentar o balanço de encerramento da 35ª Expointer. E os números não desmentem a declaração. No total, girou na feira R$ 2,03 bilhões, valor 150% maior do que os R$ 848 milhões movimentados no ano passado.
Desse montante, o setor de máquinas se destacou. Passou de R$ 834 milhões para a incrível quantia de R$ 2,02 bilhões. O número foi altamente comemorado pelo governo e dirigentes agropecuários. “É um número que eu não esperava. Não acreditava que pudéssemos chegar a esse valor”, declarou, extasiado, Cláudio Bier, presidente do Simers (Sindicato da Indústria de Máquinas e Implementos Agrícolas do RS).
Segundo Bier, a diminuição da alíquota de financiamento para 2,5% ao ano atraiu o agricultor, apesar da crise provocada pela estiagem. O problema, conforme o dirigente, agora é atender à demanda: “As nossas fábricas terão que trabalhar em três turnos diários. Nossos cálculos apontam que mais de 45 mil empregos diretos e indiretos serão criados.”
Além da indústria de máquinas, a comercialização de animais (argola, rústicos e novilhos) teve incremento de 16% em relação a 2011, e chegou na casa dos R$ 13,7 milhões. Os pedidos de pivôs para irrigação é outro recorde absoluto: R$ 55 milhões financiados atráves do programa “Mais Água, Mais Renda”.


Não tão bem
Apesar das cifras históricas, a Expointer deste ano teve dois pontos negativos. O primeiro foi o público abaixo do esperado nos quatro primeiros dias, em virtude das chuvas. Ficou em 463 mil visitantes perante 486 mil no ano passado. A bilheteria, no entanto, cresceu. Saiu de R$ 2,38 milhões para R$ 2,76 milhões. O artesanato também apresentou resultado negativo. Caiu de R$ 1,25 milhão para R$ 1,05 milhão

Números finais
Visitantes - 463 mil
Bilheteria - R$ 2,76 milhões
Máquinas agrícolas - R$ 2,02 bilhões
Animais – R$13,7 milhões

Acordo por agricultores endividados está próximo, declara governo
Embora a agropecuária gaúcha comemore os resultados expressivos da Expointer deste ano, uma questão preocupa o governo: o que fazer com os agricultores que foram atingidos com a seca de 2005, se endividaram e enfrentaram uma nova estiagem neste ano?
O governo não estabelece prazo, mas diz que um acordo para o rolamento da dívida e diminuição da taxa de juros está próximo. “Estamos solidários aos agricultores. O governador já conversou com o ministro (da Fazenda) Guido Mantega. Estamos trabalhando para que o governo renegocie”, disse o secretário estadual da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi.
Além do governo do Estado, a Farsul (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul) e a Fetag (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) manifestaram apoio no tema. “Estamos aguardando manifestação do Conselho Monetário Nacional, qual a resolução e abrangência que haverá. Se não atendidos, continuaremos pressionando”, afirmou Carlos Sperotto, presidente do sistema Farsul.

 

Fonte: Band

Publicado em: 03 SET 2012
Gallery