Login
Registrar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Encoders rotativos HeavyDuty para deslocamento eficiente de materiais

As escavadeiras e empilhadeiras de mineração são máquinas realmente monumentais. Elas efetuam as tarefas mais difíceis todos os dias, sob condições impiedosas em meio a poeira, sujeira, chuva e calor intenso. Essas condições também são um desafio para os encoders rotativos, responsáveis pela regulagem da velocidade das esteiras. É por isso que os fabricantes das máquinas optam pelos encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner. Mas que características o encoder rotativo deve ter para ser considerado "HeavyDuty"?

A Minera El Abra é uma mina de cobre a céu aberto localizada 75,6 quilômetros ao norte da cidade de Calama, no Chile. Lá são retiradas mais de 200.000 toneladas de minério de cobre todos os dias. A matéria-prima é direcionada para a produção de catodos. As esteiras que transportam todo esse minério ao longo de vários quilômetros devem ser robustas e de alto desempenho. Por essa razão, elas são movidas por motores elétricos de alta potência. A velocidade de giro desses motores é mensurada pelos encoders rotativos incrementais HOG 10 da Baumer Hübner, que são especialmente bem adaptados a essas condições ambientais. Esses nossos encoders não são afetados por toda a grande quantidade de poeira, sujeira, vibração e agentes externos encontrados nas minas a céu aberto. Um modelo análogo, o POG 10, pode ser visto trabalhando a 10.000 quilômetros dali, no porto de Roterdã. Trata-se do maior porto da Europa. Lá, são movimentados mais de 300 milhões de toneladas de carga todos os anos, dos quais mais de 55 milhões são carvão e minério de ferro. O local tem máquinas capazes de deslocar até 5.000 toneladas de materiais a cada hora. Nessas máquinas também são empregados os encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner, pois a sua grande resistência contra chuva, ferrugem e sal marinho lhes é fundamental. Esses dois exemplos mostram como os encoders rotativos HeavyDuty demonstram excelente desempenho, por anos a fio, até mesmo em face das maiores adversidades.

HeavyDuty: precisão mesmo quando puxado ao limite
Traduzido para o português, o termo "Heavy Duty" significa "apto para cargas pesadas". Isso já indica que os encoders rotativos HeavyDuty são bastante resistentes. No entanto, isso é apenas a ponta do iceberg. O HeavyDuty vai muito além da solidez estrutural: ele é uma garantia de que o encoder rotativo opera com fiabilidade e precisão por bastante tempo, sem deixar o usuário na mão. Para serem HeavyDuty, os encoders rotativos devem atender a uma série de exigências.

Dentre elas, a precisão tem suma importância. É um grande equívoco imaginar que a precisão exerce um papel secundário entre os encoders rotativos de peso pesado. Na verdade, eles devem fornecer medições tão precisas quanto os modelos análogos de menor porte. Os controladores do maquinário utilizam esses sinais para monitorar a velocidade de rotação dos impulsionadores e o posicionamento de determinados componentes. Só assim é possível perceber quando a velocidade de rotação de um dispositivo impulsionador apresenta desvios em relação à velocidade ideal e tomar as providências necessárias. No deslocamento de cargas, até mesmo os menores erros de mensuração podem ter consequências catastróficas, com danos no maquinário e arredores.

Tecnologia robusta, alta confiabilidade
Como pode-se depreender dos exemplos da mineração e logística portuária, a constância e a confiabilidade também são muito importantes. Para o encoder rotativo operar adequadamente sob as pesadas condições das minas e dos portos, ele deve resistir, por anos e anos, a grandes impactos, vibrações e forças sobre o eixo de rotação. E tudo isso sem diminuição de acuidade. A troca de um encoder rotativo é muito custosa. Isso não se deve ao preço do dispositivo em si, mas sim ao fato de que ele costuma ficar em pontos de difícil acesso e à necessidade de parar todo o maquinário durante o procedimento. Ou seja, o invólucro tem que ser robusto, com paredes espessas, e o interior deve ter grande resistência contra impactos e vibração. Para adquirir essas características, os encoders da Baumer Hübner têm grandes mancais nos dois lados do invólucro, à maior distância possível entre si.

Grande resistência à eletricidade também é fundamental. Isso se deve ao fato de que campos eletromagnéticos são encontrados com grande frequência nas proximidades dos encoders rotativos, sendo muitas vezes oriundos de fios sem revestimento. Sem isolamento adequado, o encoder rotativo pode acabar fornecendo sinais de medição de baixa qualidade e até mesmo sofrer danos irreparáveis. Por virtude das diferenças de potencial, pode haver fluxo de eletricidade através do eixo. Como essas correntes podem queimar o revestimento do mancal e deixá-lo inutilizável, o isolamento elétrico é imprescindível aos encoders rotativos HeavyDuty.

A vedação também é fundamental, pois eles devem ter boa proteção contra umidade, poeira e sujeira, sobretudo nos pontos considerados nevrálgicos: o eixo e o conector elétrico. Além disso, são aplicados materiais e revestimentos anticorrosivos para o funcionamento do encoder não ser prejudicado pela ação da água salgada e dos produtos químicos.

O encoder rotativo HeavyDuty original
A expressão "HeavyDuty" não é protegida por direitos especiais e nem se refere a uma norma estabelecida. No entanto, ela acabou se estabelecendo como um ramo do mercado de encoders rotativos. A origem desse ramo pode ser traçada à atual líder mundial do segmento, a Baumer Hübner, cuja experiência com encoders rotativos HeavyDuty remonta à década de 50. Foi com base em toda a experiência e conhecimentos acumulados que surgiu o HOG 10 – o encoder rotativo HeavyDuty original, que tem servido de base e referência para todos os outros há mais de 25 anos. A linha HeavyDuty da Baumer Hübner se destaca não apenas pela precisão, pela fiabilidade e pela durabilidade, mas também pela grande variedade de modelos mecânicos, elétricos e funcionais disponíveis. Dentre os diversos modelos incrementais e absolutos, encontram-se desde invólucros de 58 mm de espessura até medidores dimensionais para flanges de 287 mm e eixos ocos de 150 mm. Isso permite que a Baumer Hübner dê suporte a todas as interfaces digitais e analógicas relevantes. A elevada potência de saída possibilita aos sinais percorrerem grandes distâncias sem sofrer interferência e perda de energia. Dependendo da aplicação, eles podem percorrer até 550 metros. Com cabos de fibra óptica, essa distância pode subir para 1,5 quilômetro.

Para garantir um funcionamento sem problemas, a Baumer Hübner faz um teste completo do funcionamento elétrico e da qualidade do sinal de todos os encoders rotativos. Como os encoders rotativos recebem numerosos certificados de qualidade, os clientes podem ter a certeza de que eles nunca os deixarão na mão. Os encoders rotativos HeavyDuty da Baumer Hübner eliminam a necessidade de interrupção das operações, tanto nas minas a céu aberto do Chile quanto na logística portuária de Roterdã, mesmo sob as condições mais extremas.

Publicado em: 08 MAI 2020
GalleryGalleryGallery