Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Soluções de Serviço e Após Venda em Máquinas Caterpillar (2ª Parte)


Depois de na 1ª parte deste artigo, sobre as soluções de serviço e após venda (o caso da Caterpillar), termos falado sobre as peças remanufacturadas, nesta 2ª iremos analisar um tema semelhante mas mais específico e detalhado – o caso concreto dos cilindros hidráulicos. Os cilindros hidráulicos são uma das peças fundamentais das máquinas de construção. São os responsáveis por transformar a potência hidráulica da máquina em força mecânica, suportando os esforços da carga e das irregularidades do terreno. Um dos maiores problemas a que estes elementos estão sujeitos é a chamada “contaminação hidráulica”. Este factor provoca um deterioro do cilindro que pode culminar numa importante avaria, e numa incómoda paragem prolongada da máquina. Para evitar esta paragem a STET desenvolveu um programa de intercâmbio de cilindros reconstruídos. Através deste programa, à semelhança do que se passa com as outras peças remanufacturadas, o cliente traz o cilindro avariado e a STET troca-o por um reconstruído, com a mesma qualidade e garantia de um cilindro novo.
Desta forma, consegue-se imediatamente um cilindro em óptimas condições a um preço inferior ao de um produto novo. A reconstrução destes cilindros ocorre sob as mais avançadas técnicas. Leva-se a cabo a desmontagem completa e inspecção por parte de pessoal especializado, as peças danificadas são substituídas e as peças deterioradas são recondicionadas. Um dos processos mais inovadores utilizado na reconstrução de cilindros é o denominado HVOF (High Velocity Oxygen Fuelling). Trata-se da projecção de finas partículas metálicas a velocidade supersónica contra a superfície da biela garantindo a criação de uma capa de protecção com maior consistência e resistência à corrosão. Esta é a verdadeira alternativa ao cromado ocorrendo uma melhoria das propriedades do material. Tem ainda como vantagem o facto de ser mais rápido e de alcançar um acabamento de melhor qualidade. Neste processo utiliza-se uma mistura de oxigénio-combustível com partículas metálicas. O combustível pode ser polipropileno, propano, gás natural, ou querosene. Os gases procedentes da combustão a 1700ºC são canalizados e combinados com um pó metálico muito fino que se dispara contra a peça a tratar a uma velocidade de até 2100 m/s. Os cilindros hidráulicos reconstruídos são uma excelente solução cada vez mais procurada pelos clientes STET.   Processo de polimento de camisas que decorre no Centro de Reparação de Cilindros Hidráulicos – aqui todas as perfurações provocadas pela contaminação do sistema hidráulico são eliminadas.   Processo HVOF em execução
Publicado em: 18 NOV 2008
GalleryGalleryGallery