Login
Register
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Barómetro do CEMA vê luz ao fundo do túnel

O barómetro comercial do CEMA (Associação Europeia de Fabricantes de Máquinas Agrícolas), a que pertence como representante português a ANEMM - Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Eletromecânicas, praticamente não varia nos seus dados relativamente a meses anteriores. A notícia positiva, porém, encontra-se nessa mesma estabilidade, onde o "clima de negócio" (média entre o volume de negócios actual e perspectivas do mercado num horizonte de seis meses), apesar de se manter em níveis muito baixos (- 67,6 pts.), não se reduziu ainda mais. Tudo isto apesar dos dados que são observados no caso de mercados tão poderosos em máquinas agrícolas como o francês e o italiano, que, um mês mais, baixam as suas expectativas a nível interno e na exportação. Assim, é lógico que 80% dos inquiridos esperem ainda mais cortes nos próximos seis meses, o que atesta o sentimento geral de que 2009 será um ano para esquecer. Os mercados da Europa Central e Oriental continuam a demonstrar um elevado nível de pessimismo uma vez que não se observa recuperação económica a nível nacional ou regional. A Europa de Leste continua, um mês mais, a mesma dinâmica do passado reduzindo novamente o seu mercado.
No entanto, olhando para o futuro, talvez para além deste 2º semestre, os planos de produção das empresas europeias apresentam uma melhor cara e crescem dois pontos percentuais. Esta intenção é apoiada por regimes de emprego que tendem a manter postos de trabalho permanentes (reduz-se a percentagem de diminuição de empregos) em comparação com os empregos temporários que mostram um ligeiro crescimento (1%), tal como no mês anterior. 
Published on: 02 JUL 2009
Gallery