Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Grande Entrada em Veneza da Ceifeira MF CENTORA


A visão única de uma ceifeira Massey Ferguson CENTORA a descer o Grande Canal de Veneza deu as boas vindas aos importadores e concessionários Massey Ferguson num congresso sobre colheita levado a cabo na cidade.

Uma impressionante entrada, em que a ceifeira MF CENTORA amarrada em cima de uma jangada iluminada passava ao lado do Palazzo Pisani Moretta, onde os delegados se reuniram para aprender mais sobre o compromisso contínuo da Massey Ferguson e da AGCO para o desenvolvimento de máquinas de colheita líderes.

Há cinco anos atrás, Martin Richenhagen, presidente e CEO da AGCO, prometeu que iria implementar todos os recursos necessários para assegurar que a empresa se tornasse líder mundial em tecnologia de colheita. O recente lançamento da nova ceifeira MF 9280 DELTA é apenas um elemento numa linha contínua de novos produtos, o que demonstra como esse compromisso tem sido posto em acção.
Grandes investimentos em investigação e desenvolvimento e intensa actividade têm visto a introdução de uma série de novos produtos, incluindo a série MF 2100 de enfardadeiras gigantes, construída na fábrica da Hesston.
Ao mesmo tempo, a gama de ceifeiras Massey Ferguson expandiu-se para incluir uma gama impressionante de novas máquinas. Existe agora uma ampla escolha de sete diferentes ceifeiras nas gamas MF ACTIVA e BETA, de 5 e 6 sacudidores, bem como quatro modelos MF CENTORA, que são as únicas que proporcionam separação através de oito sacudidores.

Para utilizadores de Ceifeiras Rotativas existem três novas ceifeiras MF FORTIA, e estas estão agora acompanhadas pela mais recente MF 9280 DELTA, que utiliza uma combinação de debulha convencional com um sistema de separação especial com rotor duplo.

Além de investir no desenvolvimento de novos equipamentos de colheita, a AGCO adquiriu também uma participação significativa numa das mais modernas e eficientes fábricas de ceifeiras da Europa em Breganze, Itália - fazendo este investimento significativo especificamente para apoiar o objectivo estratégico de tomar uma posição de liderança no negócio dos equipamentos de colheita na Europa.

As evoluções, porém, não param por aqui. Como disse Martin Richenhagen aos delegados do evento AGCO sobre colheita, “este é apenas o começo - ainda há muito mais para vir”, prometeu ele.

Publicado em: 03 JUL 2010
GalleryGallery