Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Mercado de Máquinas Industriais em forte quebra


No período de Janeiro a Setembro de 2011 foram vendidas 630 máquinas de movimentação de terras e 841 máquinas de movimentação de cargas (empilhadores) o que representa significativos decréscimos do mercado de 40,6 por cento e de 10,5 por cento, respectivamente, relativamente ao período homólogo do ano anterior.
Relativamente ao segmento de mercado das máquinas pesadas de movimentação de terras, as vendas acumuladas neste período cifraram-se em 432 unidades o que representa um decréscimo de 42 por cento, relativamente ao mesmo período do ano anterior, o qual foi determinado pelos decréscimos das vendas da generalidade dos equipamentos, com a excepção das vendas de pás de rodas que tiveram uma evolução positiva de 10,8 por cento.
Relativamente ao equipamento mini, as vendas totais acumuladas também registaram um decréscimo (-37,1%) devido à quebra, quer, das vendas de mini pás de rodas (-52,2%), quer, das de mini escavadoras de rastos (-22,2% ).
Quanto ao mercado dos empilhadores, a descida, face ao período homólogo do ano
anterior, foi determinada pela quebra das vendas de todos os seus tipos, com a excepção dos empilhadores todo-o-terreno cujas vendas acumuladas no período em análise cresceram 4,2 por cento.
Relativamente ao mercado das máquinas de compactação e de pavimentação, nos primeiros nove meses do ano, registou uma quebra acumulada de 25 por cento, face ao mesmo período do ano anterior. Esta descida foi determinada pelo decréscimo das vendas de todos os seus componentes: compactação pesada (-57,4%), compactação ligeira (-17,6%) e pavimentadoras (-16,7%). Quanto ao mercado dos martelos registou uma variação acumulada de menos 33,7 por cento.
Em termos da evolução mensal, face ao mês homólogo do ano anterior, verificou-se um forte agravamento do mercado de todos os segmentos de mercado, em especial do mercado de máquinas pesadas de movimentação de terras com menos 68,8%. É de referir que as vendas de conjuntos industriais (retroescavadoras) tiveram no mês em análise uma quebra de 82,6 por cento.

Veja aqui os gráficos correspondentes
Publicado em: 21 OCT 2011
Gallery