Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

John Deere anuncia a sua solução tecnológica de motores FT4/Fase IV final


Sistema integrado de controlo de emissões como parte de uma solução optimizada
A John Deere anuncia a continuidade na sua estratégia de "blocos modulares" para cumprir a normativa final de emissões Tier 4/Fase IV nos EUA e na UE. A data de lançamento variará segundo o modelo e a região em questão. Em termos gerais, as entregas irão realizar-se durante o ano fiscal de 2014 no caso dos modelos com potência superior a 130 kW, ampliando-se às categorias com potências inferiores ao longo do exercício 2016. As diferenças nas datas de lançamento devem-se às diferenças na normativa segundo as categorias de potência dos motores. A nova normativa exige que se mantenham os níveis de partículas (PM) estabelecidos pela regulamentação IT4/Fase III B e uma redução adicional de 80% dos óxidos de azoto (NOx) relativamente à regulamentação prévia.
Para cumprir a regulamentação final de emissões Tier 4/Fase IV em certas categorias de potência, a John Deere desenvolveu o sistema de controlo integrado de emissões: uma solução de tratamento de gases optimizada com prestações ampliadas e poupança de combustível para satisfazer a regulamentação IT4/Fase III B com a plataforma de motores dotada de recirculação de gases de escape (EGR) refrigerada.
O sistema de controlo integrado de emissões da John Deere constará basicamente de um catalizador de oxidação de diesel (DOC), um filtro de partículas diesel (DPF) e um sistema de redução catalítica selectiva (SCR) especificamente desenhado para satisfazer as rigorosas exigências das aplicações fora de estrada. A John Deere continuará a adaptar o seu sistema integrado de controlo de emissões para o equipar em múltiplas aplicações fora de estrada.
"Na John Deere continuamos a oferecer a combinação adequada de tecnologias no momento adequado, para satisfazer as necessidades dos clientes e uma regulamentação de emissões cada vez mais exigente", comentou John Piasecki, director de marketing mundial, vendas e atenção ao cliente da John Deere Power Systems. "A exaustiva investigação e os testes revelaram que um sistema SCR específico para cada aplicação e bem integrado com a nossa acreditada plataforma de motores IT4/Fase III B é a melhor solução para cumprir a regulamentação final de emissões Tier 4/Fase IV, fornecendo ao mesmo tempo a potência, as prestações, a facilidade de uso, a poupança de fluídos, a fiabilidade e a economia de custos operativos que os clientes da John Deere esperam."
O sistema electrónico integrado de controlo de emissões, que consta de um filtro de escape e avançados componentes de tratamento de gases com SCR, permitirá aos motores John Deere usar menos fluido de escape diesel (DEF) que outras soluções. Ao consumir menos DEF, o depósito de DEF pode ser menor, o que minimiza o seu impacto sobre as aplicações do veículo, prolonga os intervalos de manutenção do filtro de DEF e reduz o grau de implicação do operador. Monitorizado e dirigido pela própria unidade electrónica de controlo do motor (ECU), o sistema integrado de controlo de emissões também proporcionará uma notável poupança de fluidos sem nenhuma perca nas prestações gerais do motor.

Da mesma forma que o enfoque com que a John Deere cumpriu a regulamentação Tier prévia, a sua solução tecnológica para a regulamentação Tier 4/Fase IV final foi desenhada considerando as prestações gerais e a poupança total de fluidos, incluído o combustível diesel e outros fluidos tais como o fluido de escape diesel (DEF). Os motores John Deere para Tier 4/Fase IV final funcionarão eficazmente tanto com diesel tradicional de conteúdo ultra baixo em enxofre como com misturas de biodiesel de 5 a 20% (B5-B20) que cumpram as correspondentes normas ASTM, proporcionando óptimas prestações e flexibilidade na escolha de combustível.
A John Deere é um dos poucos fabricantes dedicados a fornecer motores à altura das necessidades e exigências das aplicações fora de estrada. A John Deere desenha tanto os motores como as suas próprias máquinas (OEM) para construção, aplicações florestais e agrícolas, o que confere à John Deere uma perícia incomparável na integração do motor juntamente com o resto do veículo, ou seja, com o trem de potência, o sistema hidráulico, a unidade electrónica de controlo do motor (ECU), o pacote de refrigeração e outros sistemas do veículo, para uma óptima eficácia. Este processo integrado beneficia os proprietários de máquinas John Deere e os clientes de equipamentos originais OEM, uma vez que maximiza as suas prestações, a comodidade de uso, a poupança de fluidos e o valor geral.
A acreditada rede mundial de concessionários John Deere com mais de 4000 centros de serviço está qualificada e preparada para assistir plenamente os seus clientes e os seus motores Tier 4/Fase IV final.
Publicado em: 02 MAR 2012
Gallery